Total de visualizações de página

sábado, 13 de abril de 2013

RECEBI NO MEU FACE


O Veneno só lhe mata se você o engolir. E não existe veneno mais poderoso do que a inveja desmedida e o despeito sem limites.
Estar ressentido é beber veneno querendo que outro morra. ( Shakespeare)
Sofremos mais por causa das pessoas do que por causa das circunstâncias. As pessoas nos fazem chorar mais do que enfermidade , falta de dinheiro etc. As pessoas nos decepcionam continuadamente e esperamos , numa vã de fé, que elas acordem para o que esta a sua volta.

Os relacionamentos dentro da família, no trabalho, na igreja , surgem por pequenas coisas e as vezes até de graça. Feridas são abertas na alma e o ressentimento se instala no coração. Sentimo-nos magoados, secos. Amizades são rompidas, casamentos são abalados e relacionamentos entram em colapso.

O resultado desse adoecer é a mágoa e o ressentimento é o jeito de sentir e voltar a sentir essa mágoa quando se lembra, ou houve algo da pessoa que nos ofendeu.E tem indivíduos que passa anos , meses e continuam com as mesmas atitudes - numa inveja doentia de lhe prejudicar.

Quando temos mágoa, nos ofendemos com facilidade, ficamos irados, atacamos ou no recolhemos dentro de nós mesmo sentido muita dor interior , isso é o ressentimento.

Ele é um veneno por que pode até nos matar. Depressão, doenças no estômago, doenças cardíacas , câncer são algumas doenças colaterais provocadas pela mágoa.

A mágoa é uma prisão salmo 142: 7- As pessoas ficam presas dentro de si mesmas com o coração congelado.

A mágoa é auto destrutiva. Ferimos a nós mesmos quando temos magoa de alguém.

A amargura contaminou o coração de Esaú e a inimizade se estabeleceu entre ele e o irmão Jacó. Ela pode contaminar muita gente. Hebreus 12:15.

QUAL É A CURA?

A cura desse mal está no perdão. Deus providenciou a sua graça para dar cura às nossas feridas. Se recusarmos a graça de Deus para obtermos perdão e dar perdão , a amargura vai crescer em nosso coração. Todos nós aqui já fomos ofendidos por alguém em algum momento de nossas vidas. Então chega a hora de escolhermos entre o perdoar ou remoer a ofensa até tornar-se amarga.

FONTE:
Maria Cristina Moyses 

Nenhum comentário:

Postar um comentário